Se você se acha uma fraude no seu trabalho, você pode estar experienciando o que os especialistas chamam de Síndrome do Impostor.

Apesar da síndrome não ser catalogada como um diagnóstico, alguns psicólogos a têm usado para identificar pessoas que creditam suas conquistam apenas à sorte. Mesmo tendo todas as habilidades e inteligência necessárias para exercer suas funções.

Nesse texto você saberá como a síndrome se manifesta, se você faz parte dos 70% da população mundial que passa por essa experiência. Além disso, você também aprenderá como superá-la.

Síndrome do Impostor

O que é a Síndrome do Impostor?

A síndrome pode aparecer quando você se sente uma fraude em seu trabalho e não se sente preparado para exercer suas tarefas. Há uma sensação de que a posição atual em sua carreira profissional se deu apenas por sorte. Ou por indicação ou por ter conquistado o entrevistador na hora da contratação.

Algumas características gerais da síndrome são:

  • Recorrente sensação de que irá ser descoberto a qualquer momento pelo chefe ou colegas de trabalho.
  • Tendência a duvidar do seu real potencial.
  • Falta de confiança.
  • Ansiedade.

Como ela se manifesta?

A síndrome se manifesta, na maioria dos casos, em momentos de transições ou no início da carreira. Em geral, nessas duas situações, você se depara com novos desafios. Com isso, você pode experienciar essa síndrome por medo de não conseguir atender às expectativas da empresa.

Quem passa por isso tem prejuízos em sua vida profissional. Além de poder fazer com que a carreira fique estagnada. Pois, por sentir esse medo de ser descoberto como uma fraude, o indivíduo acaba tendo algumas atitudes para compensar essa suposta falta de preparação para assumir as suas tarefas.

Será que eu estou passando por isso?

Se você está passando por essa experiência da Síndrome do Impostor, você pode ter adotado alguns comportamentos em sua vida profissional. Alguns exemplos de comportamentos comuns são:

  • Trabalha e se esforça insanamente: como você sente que está enganando e prestes a ser descoberto, você começa a trabalhar mais do que todos. Assim, você tem a sensação de que está compensando sua falta de habilidade e inteligência que acredita ter.

  • Não usa todo o seu potencial:  você deixa de usar todo seu potencial em suas atividades diárias de trabalho. Isso atrapalha no seu crescimento profissional e no desenvolvimento de suas potencialidades.

  • Acredita que superestimam suas capacidades: você pode ter a sensação de que as pessoas estão sempre superestimando suas reais capacidades. Com isso, você começa a se sentir pressionado, porque não acredita na confiança que é depositada em você.

  • Dificuldade em aceitar elogios: você prefere não ouvir nada, pois, como não acredita que tem potencialidades nem habilidades suficientes para exercer sua função, acredita que não é merecedor de receber elogios, e sente, constantemente, que está enganando as pessoas.

 Mas fique tranquilo, pois existem algumas maneiras para que você possa enfrentar essas dificuldades e superá-las!

Como posso superar essas dificuldades?

Se você se identificou com alguns ou todos os sinais da Síndrome do Impostor, você pode procurar alguma ajuda profissional. Não hesite em fazê-lo.

Além de psicólogos, hoje em dia, existem empresas que oferecem serviços de coaching profissional para quem já está no mercado de trabalho. O serviço de coaching pode te ajudar a solucionar essas questões de maneira adequada. Assim, você pode explorar suas potencialidades e habilidades e alinhar quais pontos você pode melhorar.

Além de uma ajuda profissional, você pode começar a fazer algumas coisas para te ajudar: 1) tirar proveito de suas falhas, 2) procurar pessoas confiáveis para dividir suas angústias e 3) usar suas habilidades de outras maneiras, são caminhos possíveis para lidar com a síndrome.

É importante lembrar que a Síndrome de impostor é diferente da Síndrome de burnout

Você tem alguma experiência com a Síndrome do Impostor? Conte pra nós como você costuma se sentir e como lida com essas situações!

Síndrome do Impostor: tudo o que você precisa saber
Classificado como:    

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *