Você sabia que 40% dos colaboradores afirmam que não possuem treinamento para desempenhar suas atividades? Poder contar com uma equipe de profissionais qualificados, talentosos e engajados é o sonho de qualquer gestor, certo? Mas para que esse relacionamento seja duradouro é preciso investir em estratégias que irão reter e motivar seus funcionários a continuarem dando o seu melhor.

treinamento

As mudanças no mercado e no cenário organizacional exigem que melhorias sejam constantemente implementadas. E essa premissa vale tanto para as organizações, quanto para os profissionais que desejam permanecer atrativos e diferenciados. E uma das maneiras de realizar esse objetivo é o treinamento.

Avaliar demandas e formas de aprimorar as equipes por meio de treinamentos é fundamental para valorizar os profissionais e acompanhar o desenvolvimento da carreira de cada um deles. Investir em estratégias que permitam o crescimento pessoal e profissional é um incentivo que irá aumentar os índices de motivação e a produtividade no seu negócio.

Por mais que a sua empresa passe por turbulências e períodos de instabilidade, as verbas para treinamento não devem ser cortadas. Afinal, colaboradores capacitados e competentes geram retorno positivo para as organizações, seja por meio de melhoria de processos ou de atendimento, ou pelo aumento da produtividade e da lucratividade. Isso sem falar nas reduções de turnover e com custos emergenciais com reposição de vagas.

Pensando em tudo isso, no post de hoje, falaremos a respeito da importância do investimento em treinamento. Vamos lá?

Pesquisa de clima da Vaipe: treinamento

Uma das 54 perguntas da pesquisa de clima da Vaipe é: Você tem treinamento para desempenhar suas atividades?

Essa questão é fundamental para avaliar o entendimento dos colaboradores e o seu sentimento em relação aos esforços por parte da empresa para melhor prepará-los para o desempenho das suas atividades diárias.

Abaixo, apresentaremos um depoimento anônimo obtido por meio da resposta dessa pergunta na plataforma da Vaipe.

“No início do ano, fiz a solicitação de um curso de Excel à gestora, pedi retorno, cobrei e até o momento não tive resposta da aprovação.”

Não ter conhecimento a respeito da política de treinamentos é um problema de gestão. Isso faz com que os colaboradores acabem criando expectativas que podem ser frustradas, caso a empresa não patrocine esse tipo de formação.

Documente todas as informações e garanta que elas sejam de conhecimento de todos. Defina uma regra dos tipos de treinamento que são patrocinados, detalhe o processo para pedir a aprovação e determine o budget disponível para tal.

Dessa forma, todos saberão como ocorrem as etapas dentro da empresa e aqueles burburinhos do tipo “só o pessoal do marketing ganha treinamento” ou “a fulana acabou de entrar na empresa e já pagaram um treinamento para ela” acabarão de vez.

Dicas para economizar com treinamento

Sabe aquele papo de que as coisas não vão bem e não há orçamento para treinamento? Fique longe dele! Existem maneiras simples e baratas de garantir a qualificação dos profissionais da sua equipe. Conheça algumas delas:

1. Estimule a participação em eventos e ações relacionadas ao trabalho desempenhado

Se você está pensando que estamos sugerindo inscrever os profissionais em grandes seminários e eventos em outras cidades, calminha aí! Hoje, existem ferramentas como o Meetup que favorecem o networking e ajudam a agregar valor para profissionais por meio da troca de experiências. Esse aplicativo permite que os profissionais participem de grupos online ou presenciais sobre temas que sejam de seu interesse.

Juntar pessoas, explorar e aprender. Esse é o objetivo do Meetup. Por meio de ferramentas de geolocalização, o aplicativo mostra grupos que possuem as mesmas afinidades. Ou seja, a equipe de vendas da sua empresa pode fazer parte de um grupo e se relacionar com profissionais de outras empresas para trocar experiências e discutir as melhores práticas de atendimento.

2. Incentive a troca de informação e conteúdo ente os colaboradores

Permitir que os profissionais debatam temas em grupo é uma boa maneira de economizar com treinamento, facilitar o entendimento de processos e tornar a comunicação entre todos mais fluida.

Na Vaipe, por exemplo, toda sexta-feira é realizado o #vaipetalks. Um colaborador escolhe um tema e faz uma apresentação para toda a equipe. Dessa forma é possível disseminar conhecimento sobre temas relacionados ao trabalho ou à empresa, além de dar espaço para que os apresentadores desenvolvam habilidades como falar em público, argumentar e desenvolver apresentações.

3. Forneça treinamento inicial como parte do processo de onboarding do colaborador

Uma boa maneira de recepcionar um novo colaborador é nomear um tutor da mesma área de atuação. Esse profissional será responsável por repassar informações a respeito da cultura da empresa e do código de conduta, apresentar o time de Gente e Gestão, auxiliar, tirar dúvidas, transmitir conhecimentos e informações e, ainda, levá-lo para almoçar na primeira semana e mostrar quais são as facilidades próximas ao trabalho.

A pesquisa de clima ajuda a descobrir quais práticas precisam ser melhoradas para que os colaboradores permaneçam motivados e comprometidos com os objetivos do negócio.

Para que todos possam dar o seu melhor e desempenhar suas atividades com eficiência e assertividade é fundamental oferecer treinamento. Afinal, os profissionais desejam se desenvolver pessoal e profissionalmente.

E você, deseja ter uma empresa que valoriza o crescimento? Então preste atenção nas necessidades da sua equipe e busque soluções para aumentar a satisfação no trabalho. O aprendizado constante amplia a visão de mundo e forma profissionais mais qualificados.

E na sua empresa, existe uma política de treinamento? Você adota essas práticas no seu negócio? Deixe um comentário!

Você tem treinamento para desempenhar suas atividades?
Classificado como:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *