76% dos colaboradores entendem que a maior parte dos pares com quem trabalha está preparado para o cargo que exercem. Em um cenário cada vez mais competitivo, é preciso encontrar maneiras de prosperar e se manter forte. Investir no capital humano e contar com profissionais motivados e multiplicadores de conhecimento se torna uma excelente opção para obter vantagem competitiva para o seu negócio.

cargo

Independentemente do cargo, os profissionais precisam de treinamento constante. Essa prática colabora no desenvolvimento pessoal e profissional, melhora os relacionamentos, otimiza resultados e, de quebra, aumenta a produtividade.

Oferecer treinamento em gestão e desenvolver uma cultura de feedback é uma maneira de empoderar profissionais para que todos alinhem seus objetivos e tenham sucesso. Tudo isso ajuda na melhora do clima organizacional, diminui a incidência de conflitos, aumenta a autonomia e estimula a criatividade e a inovação no ambiente de trabalho.

Pensando em tudo isso, no post de hoje, falaremos sobre a importância de preparar os profissionais para o cargo que exercem. Acompanhe e conheça todos os benefícios que o treinamento em gestão pode trazer para o seu negócio!

Pesquisa de clima da Vaipe: preparação para o cargo

Uma das 54 perguntas da pesquisa de clima da Vaipe é: Você considera que a maior parte dos seus pares estão preparados para o cargo que exercem?

Abaixo, apresentaremos alguns depoimentos anônimos obtidos por meio da resposta dessa questão na plataforma da Vaipe.

“Muitas vezes eles já são jogados direto na rotina.”

Se você parar um instante para refletir, verá que os desafios e objetivos dos profissionais de qualquer segmento mudaram. Antes, os trabalhadores estabeleciam uma relação que podia ser comparada ao casamento com as empresas. Quem não conhece alguém que ficou 20 ou 30 anos exercendo exatamente a mesma função dentro de uma organização?

O dinamismo do mercado, a entrada das novas gerações e as alterações tecnológicas fazem com que isso não seja mais tão comum assim.

Por isso, é fundamental eliminar alguns hábitos negativos que existem com frequência nas empresas. Um deles é não ter um processo de onboarding ou um processo de transição.

Quem nunca começou a trabalhar em um novo setor ou empresa e “herdou” uma série de documentos que estavam num canto da mesa (e que ninguém sabe para que servem) ou precisou se virar em mil para atender às demandas pois simplesmente foi “jogado na rotina”?

Os profissionais devem se manter atualizados, mas a empresa também deve fazer a sua parte e investir para que eles estejam bem preparados para assumirem novos cargos.

“Precisamos de treinamento interno, coaching e outras atividades que nos ajudem a nos aperfeiçoar.”

Livros, palestras e artigos reforçando a importância de treinamentos são cada vez mais comuns. Às vezes, a empresa faz esse investimento, mas percebe que algumas dificuldades permanecem. Isso ocorre pois também é preciso fornecer treinamento em gestão.

Grandes gestores não são formados da noite para o dia. Sua trajetória e competências são desenvolvidas e aperfeiçoadas dia após dia.

Uma prática bastante comum nas empresas é promover a gestores os colaboradores que eram ótimos executores e especialistas. Simples assim, afinal, se “ele era um bom profissional, ele vai se sair bem”! Só que nem sempre é assim.

O processo de transição para liderança não é tão simples assim. Cabe à empresa ajudar o colaborador, fornecendo treinamento em gestão e ferramentas de acompanhamento de atividades.

Além disso, orientar sobre a importância de manter relacionamentos transparentes e dar feedback  para os membros da equipe.

Dessa maneira, os profissionais saberão quais são as ferramentas disponíveis para melhor desempenharem o papel e as atribuições do seu cargo de gestor.

Preparar os colaboradores para o cargo que exercem é uma característica de Gente e Gestão assertiva. Investir em treinamento de gestão traz diversos benefícios, tanto para os profissionais, quanto para a empresa.

Uma cultura orientada ao treinamento, ajuda a aumentar a produtividade, reduz conflitos, favorece a melhora na performance do grupo, eleva a motivação e prepara as equipes para novos desafios e mudanças.

E você, considera que a maior parte dos seus pares estão preparados para o cargo que exercem? Que tal conhecer a opinião dos membros da sua equipe aplicando uma pesquisa de clima organizacional? Entre em contato e até a próxima!

Você considera que seus pares estão preparados para seus cargos?
Classificado como:    

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *