72% dos colaboradores dizem acreditar que há maneiras mais eficientes de serem reconhecidos do que os adotados atualmente pela sua empresa. O feedback é uma dessas maneiras. O principal ativo de uma empresa são as pessoas engajadas, comprometidas com resultados e satisfeitas. Mas muitos gestores sentem dificuldade em formar equipes compostas por esses profissionais. Será que eles estão em extinção? Ou estarão todos trabalhando em outros lugares?

feedback

Normalmente, quando um profissional é contratado, ele tem brilho no olhar, vontade de fazer diferente e muita motivação. Mas, passado algum tempo, parece que essas características são deixadas de lado e ele passa a simplesmente fazer o que mandam.

Isso pode ser um indicativo de falta de reconhecimento. Afinal, quem não gosta de receber um elogio sincero? De ser valorizado por um bom trabalho?

Pode ser que você esteja pensando que tudo isso custa caro e, convenhamos, o atual cenário econômico não favorece grandes investimentos, não é mesmo? Mas existem formas de reconhecimento que promovem o engajamento sem gastar muito. Uma delas é o feedback.

O feedback virou foco de muitas discussões nos últimos anos. Se antes ele era visto como sinônimo de “puxão de orelha”, hoje possui um caráter mais humano e voltado ao crescimento pessoal e profissional dos colaboradores.

No post de hoje, falaremos a respeito da importância de adotar práticas de reconhecimento. Afinal, a valorização é a chave para formar equipes compostas por funcionários engajados e que agreguem valor a partir da sua paixão e energia. Confira o que preparamos e saiba mais!

Pesquisa de clima da Vaipe: práticas de reconhecimento

Uma das 54 perguntas da pesquisa de clima da Vaipe é: Há maneiras mais eficientes de ser reconhecido do que as práticas adotadas hoje pela sua empresa?

Abaixo, apresentaremos alguns depoimentos anônimos obtidos por meio da resposta dessa questão na plataforma da Vaipe.

“Não recebo feedback dos superiores. Fico perdido sem saber se estou no rumo certo, se posso colocar em prática as ideias que chegam até mim.”

Adotar o feedback como parte dos processos de gestão é fundamental para corrigir comportamentos problemáticos, motivar, estabelecer um canal de comunicação e indicar o melhor caminho a ser seguido.

As empresas são formadas por pessoas e dependem delas para alcançarem os resultados desejados. Por outro lado, para os colaboradores, as empresas são o meio que possibilita o seu desenvolvimento profissional e a realização de seus objetivos pessoais. Essa relação deve ser cultivada por meio de práticas de reconhecimento.

Isso é fundamental para manter o bom funcionamento organizacional. A sua implantação promove diversas melhorias, como aumento do nível de engajamento, maior produtividade, alcance de melhores performances, redução de rotatividade, entre outros.

Mas, para garantir que esses resultados sejam duradouros, o feedback deve ser praticado regularmente e fazer parte da cultura do negócio.

“Acho interessante ter feedbacks com maior frequência. Atualmente temos um processo demorado para obter feedback (um por ano pelo que entendi) e acredito que assim não seja muito relevante, visto que passa muito tempo e é difícil avaliar o que aconteceu nesse longo período.”

O feedback é uma prática bastante positiva para reconhecer profissionais. No entanto, a formalidade e a periodicidade são fatores que precisam ser acompanhados de perto. Tomando o depoimento acima como exemplo, pode ser que o colaborador tenha um comportamento adequado ao longo do ano, porém, só será avaliado pelas ocorrências positivas e negativas mais recentes, já que elas estão mais “frescas” na memória do gestor.

Feedback 1:1

Para resolver essa situação, apresente o feedback 1:1 e treine todos os gestores a colocá-lo em prática. Dessa forma, eles realizarão encontros mensais de 30 minutos com cada pessoa do seu time. Durante esse encontro, o gestor irá abordar algumas questões, a saber:

  • Qual parte do dia você tem se sentido mais produtivo?
  • Quais foram as atividades que teve mais dificuldade e como resolveu?
  • Quem o inspira na equipe?
  • Quem tem dificuldade para trabalhar e como melhorar isso?
  • O que poderia mudar para ajudá-lo a  trabalhar melhor?
  • Você se sente bem trabalhando na empresa?
  • Você se sente bem exercendo as atividades atuais?
  • Quais projetos ou com quais pessoas você gostaria de trabalhar?
  • O que o preocupa?
  • Qual o status e dificuldade dos projetos atuais nos quais você está envolvido?
  • Quais são as ambições para daqui 3 anos e como posso ajudá-lo a atingi-las?

O feedback contínuo facilita o relacionamento, aumenta a confiança e torna o clima organizacional mais agradável. Ele também permite momentos de reflexão para que você identifique situações que possam afetar o engajamento dos funcionários e reverter esse quadro negativo.

Por isso, seja generoso nos elogios sinceros e reconheça um bom trabalho. Essa estratégia é bastante eficaz para elevar a autoestima e a satisfação de todos e não custa nada.

Reconhecer as equipes é fundamental para que todos se tornem mais felizes ao perceberem que fazem a diferença nos resultados da empresa, ao invés de apenas serem cobrados por eles.

E na sua empresa, quais são as maneiras de reconhecer um bom trabalho? O feedback já é uma prática adotada? Que tal conhecer a opinião dos colaboradores a respeito dessa questão? Entre em contato e comece agora mesmo a estruturar a sua pesquisa de clima!

Feedback: maneiras mais eficientes de reconhecer seu colaborador
Classificado como:    

2 ideias sobre “Feedback: maneiras mais eficientes de reconhecer seu colaborador

  • 11/12/2017 em 08:38
    Permalink

    Parabéns!!! Este tema realmente é bem relevante. Inclusive ele faz parte de um dos programas de liderança oferecidos pelo Instituto Brasileiro de Coaching para as empresas interessadas neste tipo de capacitação.

    Resposta
    • 11/12/2017 em 15:35
      Permalink

      Olá, Leonardo!

      Que bacana que você gostou do conteúdo. Aqui na Vaipe acreditamos muito e sempre praticamos o feedback.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *