O Plano de Desenvolvimento Individual é uma ferramenta utilizada com o objetivo de impulsionar o potencial de um indivíduo estrategicamente.

Essa ferramenta tem sido bastante utilizada pelo departamento de Recursos Humanos e pelos gestores de modo geral. Ela é utilizada para realização de um planejamento de carreira e para o desenvolvimento de novas competências. Além disso, também aponta a melhoria de desempenho dos profissionais.

O PDI, em muitas organizações, tem até mesmo substituído o plano de carreira. A seguir, saiba mais sobre essa ferramenta!

Plano de Desenvolvimento Individual

Como funciona um PDI (Plano de Desenvolvimento Individual)?

A ferramenta faz parte dos processos de gestão de pessoas. Ela tem como objetivo alinhar as expectativas da organização em relação ao potencial do colaborador.  Utilizada como indicador do caminho a ser seguido por um talento da empresa, funciona como um processo de desenvolvimento personalizado.

Por ser uma estratégia de gestão de RH para impulsionar o potencial dos funcionários, é utilizada de modo organizado e estratégico. Lembrando que o PDI pode ajudar no desenvolvimento de novas competências, na melhoria do desempenho no alcance de desafios.

O que deve constar no PDI?

Como é um Plano de Desenvolvimento Individual, ele deve seguir algumas premissas básicas. A primeira delas é a definição de objetivos e aspirações do profissional, alinhadas com as necessidades da organização.

O plano requer detalhes em relação ao conhecimento do profissional. É traçada uma análise de suas competências, seus conhecimentos ou suas habilidades. Funções desempenhadas pelo colaborador e o conhecimento adquirido também são inseridos.

Conhecidas as competências, é preciso ter um planejamento detalhado que indique como o profissional poderá avançar do estágio em que se encontra até a sua meta. Aqui, é importante estipular um prazo, delimitar competências que precisam ser adquiridas para atingir esse objetivo, bem como identificar um mentor que poderá contribuir nesse processo de desenvolvimento.

No PDI, devem ser incluídos, ainda, os objetivos a serem cumpridos no curto, médio e logo prazo. É possível criar um plano para um semestre, um ano, cinco anos, etc.

Vantagens de utilizar o Plano de Desenvolvimento Individual

O Plano de Desenvolvimento Individual é adotado na gestão de talentos, auxiliando a impulsioná-los. Isso se dá devido à clareza que o profissional terá sobre sua carreira podendo acompanhar seu crescimento pelo planejamento feito no momento da implementação do plano.

Além disso, o PDI ajuda a motivar o profissional, que saberá onde precisa chegar e o que precisa ser feito para isso. Assim, a cada etapa concluída, ele saberá que está mais próximo de seus objetivos profissionais e terá desafios frequentes em sua rotina, o que é fundamental para garantir bons níveis de satisfação e motivação nas organizações.

Como o PDI trabalha com metas, diferenciar-se é necessário. Então, o plano, de uma certa forma, acaba demandando essa atenção e um olhar mais apurado de sua carreira por parte do colaborador. E isso incentiva melhorias não apenas individuais, mas nos times e na qualidade de suas entregas.

Por tudo isso, diversas empresas de alto crescimento, que não têm como disponibilizar um plano de carreira. estão optando em oferecer um PDI aos seus colaboradores, que passam a contar com uma indicação clara sobre o caminho a ser trilhado tanto em sua rotina diária (curto prazo) quanto no planejamento de onde se quer chegar na empresa (longo prazo).

Você tem um Plano de Desenvolvimento Individual na sua empresa? Ficou com alguma dúvida a respeito do processo? Deixe sua mensagem nos comentários e até a próxima!

Plano de Desenvolvimento Individual: você sabe o que é?
Classificado como:    

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *