Na época dos nossos avós, era comum entrar em uma empresa e permanecer nela a vida toda. O sonho dos pais era que seus filhos entrassem como motoboys em grandes companhias e saíssem como diretores. Hoje, o cenário é outro. Circular por diversas empresas se tornou sinônimo de experiência. E, com todo esse dinamismo, surge uma nova possibilidade: a transição de carreira.

Muita gente não entende por que a transição de carreira ocorre e nem sabe como fazê-la. No post de hoje, trouxemos os motivos dela ocorrer e algumas dicas para você fazê-la da melhor forma possível!

transição de carreira

Motivos para a transição de carreira

Há diversos motivos que levam alguém a optar pela transição de carreira, ou seja, por mudar de profissão. Um dos principais deles é a infelicidade. Todo mundo, em algum momento da vida, se pergunta se escolheu a profissão certa. É a partir dessa autoavaliação que muitas pessoas percebem que não estão realizadas.

O estresse e a falta de tempo, comuns em diversas profissões, também geram a vontade de mudar de direção. Nesses casos, a opção é por uma ocupação que possibilite dar uma maior atenção à vida pessoal.

Outra situação originada dessa nova era tecnológica, é a extinção de algumas profissões. Muitas carreiras são colocadas em risco quando a máquina começa a substituir o homem. Quem se vê nessa circunstância é obrigado a procurar um outro ganha-pão.

A demissão em massa e a desvalorização da profissão também são fatores decisivos para a transição de carreira. A preocupação com a estabilidade financeira faz com que diversos profissionais considerem tentar outras atividades para garantir um futuro seguro.

Dicas para fazer a transição de carreira de forma segura

  • Entenda o que te faz infeliz

    Se você está mudando de profissão porque não está satisfeito, pense se o que te incomoda é sua área como um todo ou especificamente as tarefas que você executa. Você pode apenas mudar de função dentro da sua área, ou realmente encontrar algo totalmente novo.

  • Faça uma avaliação de si

    Exercite fazer perguntas para si próprio e descobrir o que você gosta de fazer, com o que você se identifica, o que te motiva e o que você quer se tornar.

  • Explore todas as possibilidades

    Pesquise sobre todas as áreas e profissões que você já considerou. Tente descobrir o máximo possível das peculiaridades de cada carreira e converse com algum profissional ativo.

  • Atualize suas qualificações

    Sua profissão foi extinta? Pense em atualizar suas qualificações. Experimente uma nova formação que te coloque de volta no mercado. Assim como tantas profissões foram extintas, muitas outras surgiram com a modernização. Você tem a possibilidade de evoluir com a tecnologia e deixar de ser refém dela. Pesquise cursos que estão em alta e mergulhe nos estudos!

  • Trace um plano

    Se você não está deixando sua ocupação atual por demissão ou extinção, faça um plano financeiro antes da transição. Programe-se para investir na sua nova profissão. Reserve também uma quantia para garantir seu padrão de vida enquanto não alcançar o mesmo salário que tinha anteriormente.

  • Não tenha medo

    Acredite em você e no seu potencial e se arrisque. Lembre-se de que você não deve trabalhar com algo que não te faz feliz. Como aquela frase já diz: “Escolha um trabalho que você ame e não terá que trabalhar um único dia em sua vida.”

E aí, você também já pensou em fazer uma transição de carreira? Gostou das dicas? Deixe seu comentário e até a próxima!

Transição de carreira: como passar por essa experiência de forma segura?
Classificado como:            

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *