Sempre quando há a introdução de uma nova geração no mercado de trabalho, as empresas começam a se preocupar em como lidar com ela. Por isso, o desafio atual é adaptar-se à chegada dos millennials no mercado de trabalho. Afinal, esse grupo possui características muito peculiares.

Dessa forma, no post de hoje, falaremos sobre a melhor forma de atender os millennials no mercado de trabalho.

millennials no mercado de trabalho

Quais são as características dos millennials?

A primeira característica dos millennials no mercado de trabalho que chama atenção é a conectividade. Afinal, eles já cresceram conectados à internet. Por isso, são ágeis em executar diversas tarefas ao mesmo tempo e sentem a necessidade de estar em todas as redes sociais existentes. Além disso, eles compartilham tudo sobre sua vida e têm dificuldade em administrar os limites pessoais.

Também são criativos, inovadores, engajados em causas de diversidade e sustentabilidade, acreditam na capacidade de mudar o mundo e têm sede de desafios. Ademais, querem ser protagonistas e ter seus pontos de vista levados em conta. Preferem trabalhar em horários flexíveis e em ambientes que garantam satisfação pessoal e incentivem seu crescimento profissional.

Aliás, por terem nascido numa época de instabilidade, em meio a conflitos mundiais e problemas na economia, apostam no empreendedorismo. Ser autônomo, para eles, é sinônimo de estabilidade econômica.

Entretanto, todo esse envolvimento com a internet pode causar o excesso de tarefas, que prejudica a saúde mental e dificulta o aprofundamento de pensamento. Além, é claro, do individualismo, resultado das interações serem prioritariamente digitais.

Esse senso de autonomia e o medo da instabilidade do mercado também dificultam a retenção dos millennials nas empresas. Isso gera a quebra da fidelidade entre empresa e colaborador.

Um outro problema é a imaturidade emocional. Muitos deles não sabem lidar com críticas e barreiras e não se adequam ao formato hierárquico das empresas. Por isso, querem falar de igual para igual com seus superiores.

Como lidar com os millennials no mercado de trabalho?

Em meio a tantas diferenças geracionais, as empresas se veem obrigadas a fazer uma mudança de estrutura diante da introdução dos millennials no mercado de trabalho. Até porque, as organizações que se recusarem a alterar o modelo anterior terão problemas com esses colaboradores.

Então, o que fazer diante desse cenário? Aqui vão 7 dicas:

1. Aproveitar a conectividade

Ter colaboradores conectados é uma vantagem enorme para a organização. Aproveite essa característica para introduzir ferramentas novas nas empresas, as quais os millenials terão facilidade para manusear. A comunicação também se tornará mais rápida e fácil. Assim, você pode economizar tempo e reduzir custos.

2. Entender influência na visão da empresa

O fato dos millennials compartilharem toda sua vida nas redes sociais requer atenção. Afinal, tanto experiências boas quanto experiências ruins vivenciadas na empresa serão divulgadas. Ou seja, a vivência deles no trabalho influenciará na visão que todas as outras pessoas terão sobre a empresa, inclusive os clientes. Por isso, é essencial entender como promover a satisfação desses colaboradores.

3. Promover satisfação no trabalho

Para resolver o problema de retenção de millennials, é necessário trabalhar a satisfação pessoal. Elaborar um Plano de Carreira ou um Plano de Desenvolvimento Individual permite uma fidelização da empresa com o colaborador. Uma vez que eles querem entender quais são as opções de crescimento dentro da empresa e como fazer para chegar lá.

Garanta, também, que eles sejam constantemente motivados e incentivados, não só pelo salário. Faça que entendam o significado e a importância do trabalho. Isso diminuirá o turn over e o grande prejuízo de investir em recrutamento e, logo em seguida, perder esses colaboradores.

4. Cuidar dos excessos

A única forma de desacelerar os processos dos millennials é ensiná-los a administrar as tarefas e priorizar o que é realmente essencial e o que tem apelo secundário. Assim, eles executarão as tarefas de maneira menos superficial e não terão problemas de ansiedade e a saúde mental prejudicada.

5. Escutar suas ideias

Os millennials, por serem muito conectados, têm contato diário com novidades ao redor do mundo. Isso promove uma mente inovadora e a vontade de levar novas ideias ao mundo corporativo. Em vista disso, não reprima seus colaboradores, eles não gostam de ter seus pontos de vista ignorados. Então, assegure que eles serão ouvidos e que suas ideias serão consideradas.

6. Aderir à flexibilidade

Essa geração não gosta de fazer parte de um processo quadrado. Aplique a flexibilidade de horários e, até mesmo, as diferentes formas de trabalho. Ou seja, inclua a possibilidade de home office quando houver algo que impeça o trabalhador de estar presente no escritório.

7. Desafie seus colaboradores

Por ser multitarefas, os millennials ficam entediados muito rápido. Eles ficam desconfortáveis quando não enxergam estímulo no que estão fazendo. Por isso, você deve desafiá-los constantemente na execução de suas tarefas.

E na sua empresa, como você lida com os millenials e quais são os principais pontos de divergência deles em relação à gerações anteriores? Conta para a gente nos comentários e até mais!

Millennials no mercado de trabalho: 7 dicas para adequar sua empresa
Classificado como:            

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *