Falando na cara: você conhece o Feedback Radical Candor?

Um dos principais objetivos da gestão estratégia de recursos humanos é estabelecer uma comunicação transparente. Essa definição é levada ao pé da letra no Feedback Radical Candor.

No bom português, radical candor é uma franqueza radical. Isso significa que essa modalidade de feedback aposta na sinceridade extrema. Ou seja, dizer a verdade o tempo todo e tudo que for preciso seja para quem for. Entre colegas, de líder para colaborador ou, até mesmo, de colaborador para líder.

Mas será que é tão simples assim agir como o personagem de Jim Carrey no filme O Mentiroso todo dia? No post de hoje, apresentaremos essa prática e algumas dicas para adotá-la na sua empresa. Vamos lá?

Feedback Radical Candor.

O que é Feedback Radical Candor?

Muito se fala sobre a importância do feedback. Essa estratégia ajuda a valorizar as boas práticas e a direcionar comportamentos. Entretanto, para cumprir os seus objetivos, é essencial ter resiliência e inteligência emocional tanto para dá-lo quanto para recebê-lo. Kim Scott, ex-colaboradora da Google e da Apple, sabe bem o que isso significa.

A origem do Feedback Radical Candor ocorreu quando Kim resolveu alçar novos ares e encarar novos desafios profissionais. Na época, ela entrou em contato com Sheryl Sandberg, que trabalhava para a Google. Mas a amizade não impediu que Sheryl fosse sincera quando Kim trabalhou como diretora de divisão de AdSense.

Em uma reunião, estava presente o alto escalão da Google, como Larry Page, Sergey Brin, e Eric Schmidt. Kim apresentou importantes resultados e se orgulhou do seu desempenho. No final, esperava que Sheryl fosse parabenizá-la pela excelente apresentação, mas não foi isso o que aconteceu. A amiga logo disse: “Você falou muitos ‘hum’ lá dentro”. Scott pensou “aff, nada de mais”, mas Sheryl foi além e disparou “vou ser mais direta: dizer ‘hum’ a cada três palavras faz você parecer burra”.

A sinceridade de Sheryl fez com que Kim aprendesse uma valiosa lição. Ela refletiu também sobre o motivo pelo qual ninguém nunca lhe disse que estava com “um espinafre nos dentes”.

Assim, Kim teve a ideia para o livro Radical Candor – Be a Kickass Boss Without Losing Your Humanity. Com esse livro, ela espalhou a metodologia baseada na sinceridade pelo mundo tudo.

Afinal, baixar as armas, ouvir uma crítica ou sugestão e entender o que ela realmente significa é essencial para evoluir pessoal e profissionalmente.

Como adotar essa cultura na sua empresa?

Inicialmente, toda essa transparência pode parecer assustadora. Então, como garantir que essa estratégia não seja um tiro no pé ou que acabe sendo esquecida antes mesmo de ser implementada?

O Fedback Radical Candor deve seguir algumas recomendações para ser claro e, ao mesmo tempo, não ser visto como um ataque pessoal. Confira  a seguir!

  • Antes de conversar, escreva: essa simples ação ajuda a evidenciar os seus objetivos e a clarear o seu pensamento.
  • Pratique: é aquele velho ditado: a prática leva à perfeição. Contar com pessoas-chave, como profissionais do RH, pode ser o segredo para deixar a sua mensagem mais objetiva antes de conversar com a pessoa em questão.
  • Seja humano: é impossível controlar as emoções das outras pessoas, não é mesmo? Durante um Feedback Radical Candor, algumas podem se sentir atacadas e adotar uma postura agressiva, defensiva ou, até mesmo, cair no choro. É importante ser empático e compreensivo, mas, ainda assim, objetivo. Por isso, dê um tempo para que a outra pessoa se recomponha, como uma pausa para tomar água e refletir, por exemplo.

Para criar essa cultura na sua empresa por meio do Feedback Radical Candor é preciso que líderes deem o exemplo e se coloquem à disposição para recebê-los e mostrem a todos os benefícios dessa ação.

O Feedback Radical Candor deve ser uma prática constante na empresa e, portanto, estimulada e encorajada. Assim, os resultados serão sentidos e essa técnica ocorrerá de forma mais natural. Rapidamente, a adesão será maior e o ceticismo será eliminado.

E na sua empresa, você acredita que o Feedback Radical Candor seria bem aceito? Você ficou com alguma dúvida? Deixe uma mensagem nos comentários!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Begin typing your search term above and press enter to search. Press ESC to cancel.

Voltar ao topo