Gestão estratégica de recursos humanos: o que você precisa saber

No atual ambiente mercadológico, a gestão estratégica de recursos humanos não pode ser um plano que não sai do papel. Afinal, esse cenário de constante evolução e mudanças exige a adaptação das organizações e a percepção de que o capital humano é o seu maior patrimônio.

Até porque os colaboradores são essenciais para a manutenção e para o alcance dos resultados organizacionais. Por isso, são considerados verdadeiros parceiros para a gestão estratégica de recursos humanos.

Dessa forma, o RH não pode atuar como uma área isolada e traçar objetivos e metas sem considerar as estratégias da empresa, que depende principalmente do seu patrimônio intelectual para crescer. E, para contar com times comprometidos e competentes, é preciso oferecer estratégias claras.

Assim, a missão do RH passa a ser estabelecer e preservar um elo entre os colaboradores e os interesses organizacionais.

Neste post, falaremos sobre gestão estratégica de recursos humanos e sobre alinhamento dos princípios dos colaboradores e da organização.

gestão estratégica de recursos humanos

O que é gestão estratégica de recursos humanos?

Para que a gestão de RH seja considerada estratégica, ela deve ser proativa. Isso quer dizer que as atividades e decisões devem ser tomadas sempre pensando no futuro e nas necessidades dos colaboradores.

Diante disso, gestores e demais profissionais de RH devem ser capazes de estimular os colaboradores a ajudar no alcance dos objetivos corporativos. E, para isso, é preciso aperfeiçoar os processos internos.

Portanto, todas as ações tomadas em uma gestão estratégica de recursos humanos têm como alvo alinhar metas. Além de promover o fortalecimento e crescimento tanto dos colaboradores quanto da empresa.

Ferramentas para clima organizacional saudável

Ademais, há ferramentas à disposição do RH para estimular os colaboradores a alcançarem altos níveis de produtividade e engajamento.

Como promover a atração e retenção de talentos, definir uma política de remuneração e benefícios justa, gerenciar conflitos, potencializar a comunicação interna, desenvolver o capital humano por meio de treinamentos e proporcionar um clima organizacional saudável.

Você pode estar pensando, “ok, definir uma política de remuneração já é uma atividade do RH há tempos…”, calminha aí! Na gestão estratégica de recursos humanos, essa tarefa é realizada não apenas como uma obrigação do setor. Essa e outras definições  são parte de um plano maior: atrair e reter talentos trazendo melhores resultados para a empresa.

Tecnologias e RH

Para beneficiar a empresa e os colaboradores por meio de práticas estratégicas, o RH pode se valer do uso de tecnologias, como softwares e sistemas que automatizam tarefas mais burocráticas. A utilização dessas ferramentas possibilita aos colaboradores serem felizes com seus empregos. É o caso da pesquisa de clima, que ajuda a diagnosticar o ambiente e investir em ações que proporcionam o bem-estar e promovem o engajamento.

Aliás, a gestão tradicional de recursos humanos e a estratégica são bastante diferentes. Enquanto a primeira é mais administrativa e tem foco na execução de tarefas, a segunda tem como foco o desenvolvimento de ações que acompanhem os objetivos do negócio.

A gestão estratégica de recursos humanos é aquela vista como parceira da empresa e dos colaboradores. Ela atua de maneira ativa para determinar as melhores práticas e ser capaz de equilibrar os interesses de todos. Além disso, as tomadas de decisões e demais iniciativas acompanham o planejamento da empresa para garantir um futuro forte e lucrativo.

E na sua empresa, já há uma gestão estratégica de recursos humanos? Você acredita que os profissionais da área estão preparados para atuar nessa modalidade? Deixe um comentário e até a próxima!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Begin typing your search term above and press enter to search. Press ESC to cancel.

Voltar ao topo