Liderança de alta performance: como gerir equipes em desenvolvimento

No último post, falamos sobre os 4 estágios de desenvolvimento de times de alta performance segundo Susan Wheelan. Mas, como uma liderança de alta performance deve agir em cada um desses estágios? É isso que vamos descobrir nesse post!

liderança de alta performance

Quem são os líderes?

Segundo Wheelan, o líder não precisa ser uma pessoa especial com uma quantidade absurda de habilidades. Mas sim alguém com boa vontade, flexível e com disposição para aprender.

Normalmente, líderes eficientes têm mais habilidades relacionadas a tarefas, são mais sociais e mais motivados para serem líderes do que outros. Entretanto, eles não serão necessariamente um líder em todos os contextos. Afinal, são seletivos quando aceitam papéis de liderança.

Liderança de alta performance: como gerir cada estágio?

Wheelan defende que o estilo de liderar deve ser ajustado às necessidades do grupo em cada etapa de desenvolvimento para uma liderança de alta performance.

Estágio 1

Em primeiro lugar, o líder tem o papel de reduzir a ansiedade e a preocupação dos membros com rejeição e segurança no estágio 1. Além de definir padrões de alta performance e ajudá-los a se sentirem competentes por meio de supervisão, treinamento e feedbacks positivos.

Também é necessário estimular uma discussão aberta de metas, valores e tarefas. Aliás, o líder não deve ser muito perfeito ou dominante. Ele deve sempre agradecer pelas sugestões e gerenciar o ambiente externo para o grupo.

Estágio 2

Já na fase 2, os líderes lentamente começam a capacitar os membros para participar mais, facilitando a discussão aberta e a resolução de conflitos em relação a valores, metas e liderança. Tanto líderes quanto liderados têm que olhar para a mesma direção para atingir as metas definidas.

Estágio 3

No terceiro estágio, os membros devem estar envolvidos com a liderança. Ou seja, o líder deve incentivar e apoiar os esforços para compartilhar essa função. É importante encorajar o grupo a fazer mudanças na estrutura para facilitar a produtividade de todos.

Inclusive, como membros começam a assumir algumas funções de liderança, a equipe pode voltar a ter comportamentos característicos de estágios anteriores. Isso é normal, mas se as pessoas começam a fugir das tarefas por muito tempo, é essencial orientá-las de volta ao trabalho.

Até porque, quando os colaboradores não participam efetivamente, ignorar ou insistir para que eles se tornem ativos não ajudará. Em vez disso, o líder deve perceber sobre que tipos de problemas eles falam e, quando esses tópicos vierem à tona, pedir suas opiniões.

Estágio 4

No estágio quatro, os líderes devem participar como especialistas. Afinal, para manter a alta performance, é preciso continuar monitorando processos e realizando análises de suporte organizacional regularmente.

Além disso, é essencial lembrar aos membros da norma de qualidade e de alta performance. Já em situações de conflito, deve-se intervir rapidamente e voltar o foco para a execução de tarefas.

E você, tem algum exemplo de liderança de alta performance para compartilhar? Então conta para a gente aqui nos comentários! Até mais!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Begin typing your search term above and press enter to search. Press ESC to cancel.

Voltar ao topo